sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

O que fazer com seus livros usados?

O problema de ser anti-ebook é que você acumula uma quantidade inacreditável de livros na sua casa. Por mais que você ame eles, e a maioria esteja emprestada, ainda são livros demais para um lugar só e as pessoas com que você mora vão começar a reclamar mais cedo ou mais tarde.

Veja o que fazer com os livros que não são mais amados.

Vender na Estante Virtual - O maior site que reúne sebos e livreiros do Brasil também oferece um plano de vendas para o leitor que deseja desovar alguns livros. Você faz um cadastro com a matriz e começa a disponibilizar as obras na estante. A melhor parte? Até 200 livros você não paga comissão. Fica com todo o dinheiro da venda.

Vender no Mercado Livre - Opção mais incomum no Brasil, mas muito usada no ebay americano. Boa maneira de recuperar parte do dinheiro "investido".

Vender nos sebos do centro - Não importa onde você mora, tem sebos no centro e eles compram seus livros usados. O problema dos sebos é que eles oferecem o menor valor possível pela obra. Um livro que te custou R$ 40 pode valer R$ 3.

Devolver para a livraria - Se você comprou o livro no programa Mais Cultura da Livraria Cultura, você pode devolver os livros e receber crédito de 25% para outros produtos do programa da livraria.

Se você não se importar em não receber o dinheiro investido de volta há mais possibilidades:

Doar seus livros para uma biblioteca comunitária - Há mais delas do que você imagina e o pessoal fica realmente feliz com a sua ajuda. Alguns dos meus acharam o seu caminho para lá.

Libertar os livros - Procure um local protegido do sol e da chuva e liberte o livro para que o próximo leitor o encontre.

Reciclar o papel - Nem sempre compramos livros que prestam e alguns só servem para reciclar. Se você morar em BH, passe na Asmare e entregue os seus livros.

7 comentários:

Mariana Patrício Melo disse...

Por enquanto ainda bem que não tenho tantos livros. Então ainda não preciso me livrar de nenhum. :P
O problema é que amo demais meus livros e n teria coragem de vender ou doar sei lá. espero que um dia eu tenha um quartinho só par os meus livros ou então eu faça uma biblioteca. rs

Flávia Denise de Magalhães disse...

Infelizmente, os meus livros já estão irritando as pessoas.

Claro, na hora de me pedir sugestões sobre o que ler, ninguém reclama...

Um dia eu também quero ter um quartinho só para os meus livros.

Andre disse...

Opa uma outra maneira de não desperdiçar seus livros, colocar a cultura para circular e ainda ganhar um novo livro é o site www.trocandolivros.com.br, dá uma olhadinha lá que vale a pena!

Já fiz algumas trocas por lá e a experiência é bem legal!

Gostei do blog, parabéns!

Andre

Raquel disse...

Está cada vez mais difícil doar livros, né? Eu tentei doar alguns e acabei jogando fora os que estavam em pior estado. Se alguém tem livros para doar e é de são Paulo eu recebo doações. Recebo de todos os assuntos, que estejam em bom estado (exceto enciclopedias e apostilas). Dependendo do endereço posso até retirar no local. Contato: raquelanselmo@ig.com.br

Anônimo disse...

Se acaso você possuir não somente livros usados mas também revistas, gibis antigos e este material estiver em Curitiba ou região, aceitamos doações. elvero78@hotmail.com

ECB disse...

Infelizmente, doar livros é uma tarefa bem difícil. Estou com um porta malas cheio de livros há mais de 2 semanas. Já liguei para vários locais, e todos dizem que NÃO ESTÃO ACEITANDO DOAÇÕES!!! Confesso que não entendi muito bem isso, mas...
Acho que terei que jogá-los fora!!!
Fazer doações, se não for dinheiro, é muito desgastante.

Anônimo disse...

boa tarde, se alguém tem livros para doar na região de Erechim - RS, eu tenho um projeto de uma biblioteca comunitária e gostaria muito de receber doações de livros, meu e-mail é: ip.nadaletti@hotmail.com