quinta-feira, 16 de setembro de 2010

As personagens mais encrenquinhas da literatura

Hoje eu tinha planejado escrever sobre a adaptação de livros do Machado de Assis para contos de zumbis e vampiros, mas uma conversa me fez mudar de ideia. Há pouco tempo eu sugeri os livros Feios e Perfeitos, de Scott Westerfeld, na minha coluna no Ragga Drops, do EM.

Um amigo veio me contar que ele comprou e leu o primeiro livro e agora está na metade do segundo e não consegue parar de falar "Essa Tally Youngblood! Ela se mete em cada confusão". Ele fala isso e olha para mim a cada meia hora como se esperasse que eu explicasse porque exatamente essa Tally Youngblood não consegue ficar quieta no lugar e esperar a sua cirurgia sem causar uma guerra mundial.

O ponto é que TODA vez que ele manda "Essa _______!" é porque a personagem é realmente benfeita. Becky Bloom, Olívia Dunham (Fringe), Kate (Lost) todas receberam a sua desaprovação por não conseguirem parar de movimentar a história e meter todo mundo em uma confusão.

"Você já percebeu que eu só falo isso de mulheres? Se essas histórias fossem só os homens ia ser tudo igual o Senhor das Moscas. Os caras se veem, se matam, chega o barco e briga com eles. Acabou".

E se não tivéssemos as personagens mais encrenquinhas da literatura? Como essas - e outras - histórias acabariam? Becky Bloom nunca faria compras nem teria o guarda-roupa mais incrível de todos os tempos. Olívia Dunham não ia salvar o mundo do universo paralelo que tenta destruir ele. Ninguém nunca teria sido capturado pelos "Outros" em Lost. E toda a série Feios teria que deixar de existir.

E você? Conhece mais alguma personagem que merece um "Ah, não! Essa ________!"

Um comentário:

Carol K. disse...

Bella da saga Crepúsculo! O menina pra se meter em encrenca e fazer a "galera" se estranhar... ahuahauahua....