terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Quando livros bons tem capas ruins

E livros ruins tem capas boas

Responde rápido! Qual dos livros abaixo é o melhor?


Não sei qual foi a sua resposta, mas duvido que tenha acertado. Infelizmente, os livros mais feios da foto são os melhores. E os mais bonitos? Alguns dos piores que já li (ou tentei).

Recentemente eu escutei que não lemos livros que tem uma capa feia, mesmo se eles forem ótimos. Essa pessoa acreditava que somos incapazes de ver além da capa e sugeriu que arrancássemos o design horroroso antes que contaminasse nossos sentidos. Até certo ponto ele estava certo. Um autor desconhecido com uma capa feia dificilmente vai angariar leitores. Porém, os autores conhecidos podem ter uma capa feia sim, que ainda serão lidos - pelo menos por aqueles que interessam em seu trabalho.

Dos seis livros da foto, três eu garanto que são bons. Dos outros três, um eu garanto que é ruim e os outros dois me perderam antes do final. Adivinha qual é qual.

Adivinhou?

Tithe da Holly Block é um livro ótimo - ao contrário da capa que tem essa garota esquisita roendo as unhas com pérolas na cabeça.

Witchlight da Marion Zimmer Bradley também é muito bom. Quem conhece e gosta da autora vai curtir. Mas essa capa... Por que essas pessoas estão com roupas meio antigas no meio da floresta?? A história acontece no mundo de hoje! E o rabo de cavalo desse cara... O cara do livro é melhor do que isso.

Por último, o Tão Ontem de Scott Westerfeld é um livro sensacional com uma capa bacana e adequada à história.


Por outro lado, a capa maravilhosa de O legado da família Winshaw esconde uma história nonsense - não do jeito divertido - sobre uma família de loucos e suas artimanhas para pegar o dinheiro. Apesar disso nunca fui capaz de me desfazer do livro porque a lombada dele fica linda na estante...


The Glass Books of the Dream Eaters de Gordon Dahlquist é outra obra prima do design. Olha só para ele! Lê o título! Quem não acha que esse livro é fenomenal? Apesar disso só com muito custo passei do primeiro capítulo e só para abandonar a história no segundo. Até hoje não entendi direito sobre o que o livro é. Apesar disso me recuso a passar ele para frente. Uma capa tão fantástica tem que ter um livro incrível.

E finalmente temos o livro de contos de Jorge Luiz Calife As sereias do espaço. O primeiro conto não é fantástico, mas não é ruim também. Apesar disso não consegui continuar a ler. O brilho da capa me dá dor de cabeça e fica brilhando na minha cara. Tenho que esconder ele da luz.


Para ler os livros feios cada pessoa tem seu método. Não olhar para a capa, arrancar ela ou cobrir com algum tipo de papel neutro, que te permita ser feliz com a obra.

E você? Tem algum livro assim?

Como escolher um livro na livraria
Dicas de livros para o Natal e férias

Um comentário:

suelen.18 disse...

DICA.....Livro A Ordem é Amém de John Chelh, eu li e achei um maximo vale a pena ler é ótimo!


sinopse:
Joseph Sulivam , um antigo corretor de imovéis , encontra na igreja a saída para seus problemas financeiros,e nessa nova trajetória , se torna pastor de mais uma igreja evangélica.Depara com situações que o levam a caminhos contrários da verdade , enganando os fiéis , e aumentando o seu patrimônio pessoal , mas DEUS tem planos para reverter essa situação.

ele esta no site:

www.seteseveneditora.com.br