terça-feira, 17 de junho de 2008

Pulp Fiction

Não, não estou falando do filme do Tarantino, esse blog é de literatura, lembra? Estou me referindo ao livro da foto aí do lado, sucesso estrondoso entre as classes mais baixas nos anos 70. Barato e com temáticas interessantes (pelo menos alguém na história da literatura do Brasil se importou em fazer um livro com temátivas interessantes) como histórias de terror, ficção científica, fantasia e erotismo, o livro era a distração de muita gente que não lia nada além disso. E eu suspeito que fazia sucesso até entre os que liam muitas outras coisas além disso...

Tentando recriar essa cena (sub?)literária, a editora Fósforo lançou (já faz um tempinho) um novo livro. Organizado por Samir Machado de Machado e utilizando o nome aportuguesado da sensação: "Ficção de Polpa", são 16 contos de 16 autores que - ao menos dizem que - gostam do gênero.

Vale dizer que esse é o livro de estréia e filho único da editora fósforo, que pretende fazer desse livro uma série. E se depender das intenções deles, vão conseguir! Olha só o trecho que encontrei no site sobre o Ficção de Polpa:
"Não buscamos a pretensão de atribuir uma função à ficção. Nós buscamos, no mínimo, "explodir a mente" do leitor: quando o mundo se revela maior do que imaginávamos, quando nossos medos de tornam realidade, quando temos a sensação de sermos insignificantes na vastidão e nos mistérios do universo e ao mesmo tempo, sermos o centro dele."

Gostei tanto que resolvi colocar uma idéia que já tenho há algum tempo em prática com esse livro. Ele custa R$ 15,00, preço mais que razoável. E como eu quero um para mim, vou aproveitar e comprar dois. Isso mesmo! Um para mim e outro para um leitor sortudo do blog. Quem tiver interesse em receber o livro em casa sem pagar nada é só responder no comentários ,aí em baixo, porque você devia ganhar um livro de Ficção de Polpa. A melhor resposta, ou a que eu gostar mais, uma das duas, ganha o livro! Vou escolher o novo dono do livro em duas semanas, no dia primeiro de julho.


O livro foi uma dica de leitor que me mandou o seguinte scrap (acho que foi um scrap, guardei o texto, mas não guardei o nome nem o lugar que recebi o comentário):

Só para ilustrar: nos idos dos anos 70 tinha muito livro de histórias de faroeste impressos em papel jornal, formato bolso, que era a distração, se não de mendigos (realmente acredito que não), pelo menos de muita gente de origem mais simples. Porteiros, faxineiros, zeladores e afins. As capas eram em guache. Os tais pulp-fictions. Um vizinho meu tinha um quarto no porão cheio deles, me recordei disso lendo seu blog. A imagem desse sotão voltou a minha mente imediatamente!

15 comentários:

JOÃO RENATO disse...

Eu mereço pq sou seu namorado! quer motivo melhor?

Kovacs disse...

Flávia, parabéns o blog está ótimo e você tem desenvolvido muito bem o tema original do "livro livre". A Internet precisa de algo novo!

Flávia Denise de Magalhães disse...

valeu! E o seu motivo para ganhar o livro, K? Não gostou dele?

Kovacs disse...

Flávia, dificilmente não gosto de um livro, mas acho que o João Renato já ganhou :)

Kovacs disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flávia Denise de Magalhães disse...

hahaha

o joão é hors concours! Pode mandar seu motivo que ainda vai concorrer! r

Glauco Bertú disse...

eu acho q, independente dos motivos do joão, a flavia devia dar o livro pra mim. por que!? simples. porque é a chance que ela tem de me introduzir no mundo da literatura cult e me provar que ela é tão legal quando ela diz.
e também pra me firmar como leitor cativo deste blog.
=D

Ibrahim Cesar disse...

Eu devo ganhar o livro pois se assim o fizer eu lhe enviarei o que eu escrevi. Qui pro quo.

Leonardo S. disse...

Eu deveria ganhar o livro Ficção de Polpa, pois o persigo há muito tempo. Começou no velho oeste, quando ele me venceu num duelo e só sobrevivi graças à estrela de xerife em meu peito, que amorteceu o impacto da bala. Durante a guerra fria, estivemos de lados opostos, e tramamos contra o outro mutuamente. Anos depois, numa antiga mansão, pensei tê-lo encontrado, mas estava errado; ele preparou uma armadilha e me prendeu naquela casa mal-assombrada. Contratei um detetive particular que o procurou por um longo período sem obter sucesso. Me meti numa floresta esquecida pela civilização, onde encontrei animais dados como extintos, plantas carnívoras gigantes, mas nenhum sinal do livro. Já havia perdido as esperanças de encontrá-lo, não tinha nenhuma pista de seu paradeiro. Aqui, no ano 2088, ninguém tem qualquer informação sobre o livro. Eis que descubro que ele viajou no tempo e está em 2008. Finalmente tenho uma nova chance. Não posso falhar dessa vez. O futuro da humanidade depende de mim! Depende que o livro esteja em minhas mãos, até o final de julho, ou será tarde demais!

Anônimo disse...

Cara Flávia, eu gostaria muito de ganhar este livro, no decorrer dos anos tenho colecionado todo o tipo de livros que posso, adquiro, leio e coloco junto com os outros na minha pequena biblioteca, e sempre que alguém quer ler ou precisa, lá estão, a disposição. Por que um livro fechado não realiza a sua função, que é de levar conhecimento a quem procura obtê-lo. E com certeza sou um rato de biblioteca e um grande apaixonado por livros. Um grande abraço.

Mauricio Seffrin disse...

Cara Flávia, eu gostaria muito de ganhar este livro, no decorrer dos anos tenho colecionado todo o tipo de livros que posso, adquiro, leio e coloco junto com os outros na minha pequena biblioteca, e sempre que alguém quer ler ou precisa, lá estão, a disposição. Por que um livro fechado não realiza a sua função, que é de levar conhecimento a quem procura obtê-lo. E com certeza sou um rato de biblioteca e um grande apaixonado por livros. Um grande abraço.

ॐ A∟£mÃ░ ॐ disse...

flavia qero mto ganhar esse livro pq nasci na epoca de 90 e qando era criança tive a oportunidade de ver cenas do filme pulp fiction e qeria ter a oportunidade de estar lendo esse livro no msm estilo. ai vai o link do meu orkut caso eu ganhe o concurso qe vc esta promovendo.
http://www.orkut.com.br/Profile.aspx?uid=2459294190640068464
mto obrigado
t+

Renato disse...

Ola

eu deveria ganhar este livro pois eu sou um deus.

nao so um deus,mas o unico e verdadeiro deus.

encantado com a sua capacidade e competencia para realizar tao fantastico blog resolvi lhe dar uma unica e rara chance, a de salvar a sua alma.

tudo que tem de fazer 'e me dar este livro e podera viver pela eternidade em um reino de bondade, beleza e livros bons.

mas esteja certa de que se me negar esta dadiva,sera castigada.

nao seja pretenciosa, e nao ache que eu efetivamente preciso deste livro, posso materializa-lo em um instante se assim desejar, mas como disse antes, estou lhe dando uma chance.

aja sabiamente ao tomar a decisao

ass: Renato, o onipotente

schuwarten disse...

porra flavia...
eu deveria ganhar o livro porque já cheguei a assistir o filme quase que diariamente mas nunca consegui ler nada igual...
tá cheio de malandro ai em cima querendo fialr o livro mas caso ache que eu mereça leva-lo...
meu mail é waltergvi@hotmail.com

se nao achou... foda-se eu compro um (rsrsrs)

PS: cuidado seu blog é altamente frequentado por drogados....

vilhena disse...

Então, não sei se estou ao nível das outras respostas, já que não lutei com ninguém e que também não sou nenhuma divindade, mas enfim vou tentar...

Acho que devo ganhar o livro porque pulp fiction é uma das minhas grandes paixões, Mia Wallace sempre foi uma das minhas heroínas favoritas (mesmo não sendo heroína) e sim usando hauhauha, desculpe a piada infame...
Além do que sou estagiária e ando tão sem grana que nem um livro de bolso tá rolandu de comprar, e sinto maior falta de uma leitura no bus qdo to indu trabalhar... tá bom ou quer mais? huahuahua
Hasta...